• White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White YouTube Icon
Ministério Internacional da Restauração em Porto Velho/RO.

Av. Elias Gorayeb, 1493, Bairro N. S. das Graças | CEP.: 76.804-144

secretaria@mir12ro.com | (69) 3229-9009 | 9 9914-2093

 

Departamento de Comunicação

midia@mir12ro.com | (69) 9 9381-3750

© Copyright 2019 | Ministério Internacional da Restauração em Porto Velho / RO. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por: Departamento de Comunicação MIR.

No Dia da Liberdade de Cultos, vamos falar sobre respeito!

Os últimos dias são marcados por diversos conflitos que abrangem as crenças de cada indivíduo. A intolerância religiosa, termo que vem sendo repetidamente usado, acontece quando alguém tem atitudes e ideologias que caracterizam a falta de respeito pelas religiões que possuem crenças e hábitos diferentes das suas.

Quando se fala de intolerância religiosa, podemos, a grosso modo, lembrar de diversas situações, mas queremos lembrar de uma específica, que torna-se nociva e impede o crescimento do Reino de Deus: a intolerância dos cristãos na direção de alguém que não crê em Jesus ou que pertence a uma religião diferente, como a umbanda ou espiritismo, por exemplo.

Temos um chamado a ser cumprido, o ide, porém, muitos crentes têm feito de forma equivocada, condenando, acusando e

Em uma data que lembra um direito de todos, queremos enfatizar a importância do respeito.

Por: Maílson Lima | Redação MIR

08.01.2018  2h

desrespeitando ao invés de amar. Como levar Jesus a pessoas que possuem crenças equivocadas se não for através do amor? Ocorre que a condenação, o desrespeito e a acusação afastam cada vez mais essas pessoas de Cristo e ainda mancham a imagem dos cristãos.

O respeito é fundamental para o sucesso de todas as relações interpessoais, pois o mesmo gera mais respeito, confiança, admiração, sinceridade, transparência e valorização e o crente tem o dever de mostrar respeito pelos outros. Quando alguém tem respeito por outra pessoa, demonstra honra, dignidade e a valoriza. 1 Pedro 2:17 diz: "Tratem a todos com o devido respeito (...)."

As divergências religiosas ou quaisquer outras sempre irão existir. O que não deve acontecer é o fanatismo que leve o indivíduo a desconsiderar os seus semelhantes. Devemos sempre respeitar as diferenças e as escolhas feitas por cada um. "Assim, cada um de nós prestará contas de si mesmo a Deus." (Romanos 14:12)

Respeitar nem sempre é concordar!

O respeito por outras pessoas não significa concordar com elas, aceitar tudo o que fazem ou se submeter e participar de coisas erradas. Respeito significa tratar pessoas com honra e dignidade, mesmo quando mostramos nossa discordância! Lembre-se que o nosso respeito maior deve ser sempre para com Deus e Suas leis. Respeitar a dignidade humana não significa respeito pelo pecado. Não aceitar ou não concordar com algumas práticas também não significa ser preconceituoso ou intolerante, mas é expressar sua própria concepção diante de fatos.

Segundo o artigo 5º da Constituição, "é inviolável a liberdade de consciência e crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos", e acrescenta que "Ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa (...)".


Em meio a tanto discurso de ódio, no Dia da Liberdade de Cultos queremos reforçar o direito que cada cidadão possui de professar a sua fé e lembramos que o respeito deve estar acima de tudo. Seja livre para crer e não esqueça que a pessoa que está ao seu lado também possui esse direito.


Lembre-se que é legítimo mostrar descontentamento com o erro, apenas precisamos fazer isso de maneira respeitosa, procurando não tratar mal ou ofender alguém. "Façam tudo com amor." (1 Coríntios 16:14)