• White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White YouTube Icon
Ministério Internacional da Restauração em Porto Velho/RO.

Av. Elias Gorayeb, 1493, Bairro N. S. das Graças | CEP.: 76.804-144

secretaria@mir12ro.com | (69) 3229-9009 | 9 9914-2093

 

Departamento de Comunicação

midia@mir12ro.com | (69) 9 9381-3750

© Copyright 2019 | Ministério Internacional da Restauração em Porto Velho / RO. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por: Departamento de Comunicação MIR.

Histórias inspiradoras

Délia Brasil é pastora de jovens no MIR e tem 60 anos. Raquel Dantas faz parte da rede de crianças e tem 12 anos de idade. Dois extremos na idade que se conectam na dedicação a Cristo.

 

A equipe de comunicação do MIR entrevistou as duas, com o intuito de cruzar as informações de uma criança e de uma mulher experiente acerca do relacionamento com Jesus e a história de Raquel e Délia inspira a todos nós.

Pastora Délia, cristã desde criança

Délia Brasil nasceu em um lar evangélico, com seus pais cristãos. Ela é filha de Feliciano Amaral, cantor renomado de música sacra cristã. Segundo pastora Délia, seus pais faziam o culto doméstico diariamente. Todos os filhos tinham que memorizar um versículo diferente para citar durante o culto em casa.

Conheça a história de Délia e Raquel que, apesar de idades tão diferentes, são apaixonadas por Jesus.

Histórias inspiradoras de membros do MIR!

Por: Redação MIR

31.01.2018  14h30

Por ter o pai cantor, ela e seus irmãos sempre foram envolvidos com música. "Quando éramos crianças, a gente sempre brincava de 'qual é a música', só com músicas evangélicas. O sentido das músicas iam sendo colocadas no nosso coração", disse a pastora, lembrando da infância e da importância dos princípios estabelecidos pelos pais.

Eu sempre tive pessoas me ensinando o caminho. A pastora lembra que, quando sentia medo, ela lembrava de uma música que era muito cantada em casa, 'em qualquer tempo que eu temer eu confiarei em Ti'. "Toda vez que eu tinha algum medo eu lembrava dessa música e eu ficava cantando. Tudo isso eu aprendi desde criança, minha caminhada toda eu tinha coisas que eu aprendia e que quando eu estava naqueles momentos que eu precisava, vinha à minha mente, um versículo, algo que meus pais falavam", lembra pra. Délia, afirmando que sempre viu seus pais empenhados em fazer a obra de Deus.

Quando perguntamos o que Jesus representa em sua vida, pastora Délia se emocionou. "Jesus na verdade é o meu companheiro. Falar de Jesus e ver que na minha caminhada Ele sempre esteve comigo... Ele deu tudo por mim. Como as pessoas podem viver sem Jesus, quando Ele deu tudo por elas? O que mais Ele poderia fazer?", questionou, completando que o mínimo que deveríamos fazer é buscar o relacionamento de amor e intimidade com o Espírito Santo.

Raquel decidiu por Jesus com 7 anos de idade

A jovem Raquel afirma que decidiu por Jesus com 7 anos de idade. Segundo ela, já sabia o que estava fazendo.

A experiência mais impactante que Raquel teve com Jesus aconteceu no seu Encontro. Ela tinha certeza que Deus estava presente e que ela poderia se deleitar em Sua presença o quanto quisesse. "Eles mandaram a gente ajoelhar e orar. A gente começou a orar e tinham muitas pessoas chorando, mas chegou uma parte da oração que eu acho que nem estava mais orando, mas eu sabia que Ele estava ali. Eu não conseguia ouvir ninguém, eu só estava com Ele e aquilo me deixou impactada", contou Raquel.

Na entrevista, Raquel questiona a incredulidade de muitos, que não falam com Deus por não vê-lO com os olhos físicos. "Já ouvi muita gente falando 'eu confio em tal pessoa de olhos fechados'. Se você confia em alguém de olhos fechados, porque não pode confiar em alguém que não vê? E eu considero Jesus como parte de mim. Se eu perdesse essa parte, eu ficaria muito triste, pois seria como se eu tivesse perdido uma parte do meu coração, dos meus sentimentos, uma parte de mim".

"Quando eu tô ali, ajoelhada, conversando com Ele, é o meu momento! Não é uma coisa difícil, é só sentar e falar, como se você estivesse conversando com uma pessoa que está na sua frente. E o que eu gosto mais de fazer é agradecer por estar na presença dEle", diz Raquel, afirmando que seu relacionamento com Jesus é muito simples. Para ela, não é difícil saber que tem alguém com quem contar.

Raquel conclui a entrevista respondendo qual a decisão mais importante que ela já tomou na vida: "A decisão mais importante é eu poder caminhar com Deus, sempre foi e eu nunca mudaria isso por nada, pois sei que minha vida sempre será melhor com Ele", conclui.

Pastora Délia dá um conselho a Raquel

"Em toda sua caminhada, lembre-se que você é formosa, ilustre, especial e preciosa pra Deus. Quando sabemos quem somos, não nos esquecemos do nosso papel. Você é uma princesa, filha e tem um Pai que é um rei. Viva na presença dEle, busque Sua presença. E quando você for velhinha, você vai estar vencendo sempre, tendo alegria na sua vida, palavras de bênção na sua boca para as pessoas que estarão ao seu redor. Você é filha do Rei."

Confira o vídeo:

Raquel e Pastora Délia concedendo entrevista à redação.