• White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White YouTube Icon
Ministério Internacional da Restauração em Porto Velho/RO.

Av. Elias Gorayeb, 1493, Bairro N. S. das Graças | CEP.: 76.804-144

secretaria@mir12ro.com | (69) 3229-9009 | 9 9914-2093

 

Departamento de Comunicação

midia@mir12ro.com | (69) 9 9381-3750

© Copyright 2019 | Ministério Internacional da Restauração em Porto Velho / RO. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por: Departamento de Comunicação MIR.

29.10.2018  9h30

Bolsonaro, nosso presidente

O Brasil começa a escrever uma nova história de Ordem e Progresso. Em RO, Marcos Rocha é o novo governador.

Por: MIR

Jair Messias Bolsonaro, esse é o nome do nosso novo Presidente. Ele tomará posse no dia 01 de Janeiro de 2019, mas desde hoje, 28 de Outubro, o Brasil começa a escrever uma nova história de Ordem e Progresso. E como esse momento foi esperado.

 

Quando Bolsonaro anunciou que seria candidato à presidência do país, os brasileiros tiveram a esperança renovada. Os cidadãos de bem não aguentavam mais ver a nação mergulhada em tanta corrupção, nas mais diversas áreas e não apenas na política.

 

A notícia da vitória parece ter sido bem aceita até por quem não se mostrava tão amigável ao candidato. Para nós, cristãos, foi emocionante ver que Deus atendeu as nossas orações e mudou o cenário da política brasileira. Sabemos que Bolsonaro não pode fazer

milagres e não esperamos por isso, o que esperamos é que ele tenha um mandato sábio e inteligente, guiado por Deus, colocando as pessoas certas nos lugares certos para que a história que está diante de nossos olhos seja transformada.

 

Oramos por este momento não apenas agora, no período das eleições. O MIR é uma Igreja comprometida com a Nação. Desde 2000, por 19 anos, vamos a Porto Seguro, na Bahia, e realizamos Atos Proféticos para ver nascer um novo Brasil. Em Jerusalém, profetizamos que Lula seria preso e que Dilma seria deposta do cargo que ela não honrou. E isso aconteceu.

Este ano, em Jerusalém, oramos por Bolsonaro. Oramos para ver um Presidente que, ao ser eleito, agradecesse a Deus e O colocasse em primeiro lugar. E hoje, diante de nossos olhos, em rede nacional, contemplamos Jair Bolsonaro recebendo oração do Senador Magno Malta, antes mesmo de iniciar seu pronunciamento na TV. Também na live que fez pelas redes sociais, vimos o Presidente ao lado da sua esposa e à sua frente uma Bíblia. E que alegria foi ouvi-lo dizendo que durante o seu governo, ele iria seguir os ensinamentos de Deus. Foi emocionante!

Em Rondônia, Bolsonaro venceu com 72,18%, totalizando 594.968 votos. No culto deste domingo, Apóstolo Gustavo abençoou o mandato do futuro presidente e orientou os fiéis a não entrarem em discussões sobre política para evitar conflitos. Estamos confiantes de que Deus está a frente do novo líder do Brasil e aguardamos que dias melhores virão.

Cenário em Rondônia

No estado de Rondônia o candidato eleito a governador foi o Coronel Marcos Rocha, que Expedito Junior com 66,34%, ou seja, 530.188 votos. O Coronel é do PSL, mesmo partido do presidente Jair Bolsonaro. Ele disse que o perfil de seu Governo vai ser o combate à corrupção e que vai trabalhar para “limpar a máquina e varrer a corrupção e assim vai sobrar dinheiro”.

O novo governador declarou que sua equipe de primeiro escalão será formada por técnicos e não pessoas indicadas. “Não tenho rabo preso com ninguém”, disse Marcos Rocha. Disse ainda que vai descansar uma semana com a família e determinará três pessoas para o início da transição de governo. Durante sua semana de descanso, irá se encontrar com o novo presidente Jair Bolsonaro em sua cidade natal, Rio de Janeiro, onde alinhará as primeiras ações para o começo de 2019.

O papel de todo cristão

A Bíblia nos diz: “Então, invocou Samuel ao Senhor, e o Senhor deu trovões e chuva naquele dia; pelo que todo o povo temeu em grande maneira ao Senhor e a Samuel. Todo o povo disse a Samuel: roga pelos teus servos ao Senhor, teu Deus, para que não venhamos a morrer; porque a todos os nossos pecados acrescentamos o mal de pedir para nós um rei”. Samuel era um intercessor, um verdadeiro sacerdote e cumpria seu dever diante da nação de Israel. O Senhor estava com ele e suas orações eram ouvidas e respondidas.

 

Apesar de já termos orado pela nação por tanto tempo, não podemos arrefecer. "Orai sem cessar." (1 Tessalonicenses 5:17) Todo cristão precisa entender que seu papel é de intercessor em prol da nação, do novo presidente e, localmente, do novo governador. Assim devemos ser nestes dias; seguindo o exemplo de Samuel, nossas orações serão sempre ouvidas.